16 may. 2009

Cinco Siglos Igual

Leon Gieco



Cinco Séculos Igual

Solidão sobre ruínas, sangue no trigo
Vermelho e amarelo, nascente do veneno
Escudo, feridas, cinco séculos igual
Liberdade sem galope, bandeiras rasgadas
Soberbia e mentiras, medalhas de ouro e prata
Contra esperança, cinco séculos igual
Nesta parte da terra a história caiu
Como caem as pedras, inclusive as que tocam no céu
Ou estão perto do sol
Desamor desencontro, perdão e esquecimento
Corpo com mineral, povos trabalhadores
Infâncias pobres, cinco séculos igual
Lealdade sobre túmulos, pedra sagrada
Deus não chegou a chorar, sonho longo do mal
Filhos de ninguém, cinco séculos igual
Morte contra a vida, glória de um povo
Desaparecido é principio, é final
Lenda perdida, cinco séculos igual
Nesta parte da terra a história caiu
Como caem as pedras, inclusive as que tocam no céu
Ou estão perto do sol
É trevas com flores, revoluções
E mesmo que muitos não estejam, nunca ninguém pensou
Beijar-te os pés, cinco séculos igual.


No hay comentarios:

Publicar un comentario

Comente aqui..