16 abr. 2009

Entre la Tierra y el Cielo

Los Nocheros

Dedicado a todos os ursinhos carinhosos...





Entre a terra e o céu

Sinto que me provocas,
embora não pretendas fazê-lo,
Está gravado em sua boca,
um acalorado desejo.
E eu quase posso te tocar como uma fruta madura.
Pressinto que te amarei, para além da loucura.

Eu vou comer-te o coração a beijos, ao viajar sem limites no teu corpo, e as nossas roupas no chão, suaves, gota a gota, vou te embriagar de paixão.
Eu vou comer-te o coração a beijos, ao viajar sem limites no teu corpo, vou deixar por teus lugares, pássaros e flores, como uma semente da paixão.


Agora você solta o seu cabelo e, assim descalça caminhas, vou morder a isca, pois quero o que imaginas.
Quando cai teu vestido, como uma flor no chão, não há nada proibido, entre a terra e o céu.


Eu vou comer-te o coração a beijos, ao viajar sem limites no teu corpo, e as nossas roupas no chão, suaves, gota a gota, vou te embriagar de paixão.
Eu vou comer-te o coração a beijos, ao viajar sem limites no teu corpo, vou deixar por teus lugares, pássaros e flores, como uma semente da paixão.




3 comentarios:

  1. uau....
    amei esse negócio de comer, beijar...
    muito animallllllllllllll....

    bjo no fígado..amiga!!!

    ResponderEliminar
  2. kkkkkkkkkkkkkkkk gosto muito desse grupo vocal. Eles cantam folclore argentino...

    Beijo no dedao, Lu!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  3. Adoooooooooooooooro esse negócio de comer e beijar também. Mas os ursinhos carinhosos são carinhosos demais pra isso. Com eles, o beijinho é só no coraçãozinho. Nada de indecências.

    Beijoooooooooossssssss no estômago, Paty!

    ResponderEliminar

Comente aqui..