18 jun. 2009

Dar Es Dar

Fito Paez



Dar é Dar

Dar é dar
E não prestar atenção a ela
E à sua forma de agir.
Dar é dar
E não dizer a ninguém
Pra ficar ou fugir.

Quando o mundo te pergunta
Do porquê, porquê, porquê,
Por que gira a roda
Por que não te deténs.
Eu te digo que dar é dar.

Dar é dar
E não marcar as cartas, simplesmente dar
Dar é dar, e não explicar a ninguém,
Não há nada que explicar.
Hoje os tempos vão a mil
E teu estranho coração
Já não capta como antes
As pulsações do amor.
Eu te digo que dar é dar,
Dar e amar.
Olha cara, faça fácil: dar é dar
Dar o que tenho tudo me dá
Dá, dá, dá, dá, dá, dá, dá,
Não conto o troco, sempre é demais
Dá, dá, dá, dá, dá, dá, dá,
Dar é dar,
É sómente uma forma de andar
Dar é dar, o
O que recebes é também liberdade

Quando estou perdido,
Um pouco doido por aí
Sempre há alguém com teus olhos,
Esperando-me até o fim.
Porque dar é dar, dar e amar
Obrigada, menina por tua vida
Mais uma vez
Dar é dar
Dar o que tenho tudo me dá
Dá, dá, dá, dá, dá, dá, dá,
Não conto o troco, sempre é demais
Dá, dá, dá, dá, dá, dá, dá,
Estar de menos ou estar de mais
Dá, dá, dá, dá, dá, dá, dá,
Céu ou inferno, dá no mesmo
Dá, dá, dá, dá, dá, dá, dá,
Dar é dar, dar é dar
É encontrar em alguém
O que nunca encontrarás.
Dar é dar... Obrigado!


No hay comentarios:

Publicar un comentario

Comente aqui..