23 nov. 2009

Historia de la manzana misteriosa de Parque Chas



História do quarteirão misterioso do Parque Chas
Alejandro Dolina

Existe no bairro do Parque Chas, um quarteirão limitado pelas ruas Berna, Marselha, La Haya e Genebra. Não é possível dar a volta nesse quarteirão.
Se alguém tentar, aparecerá em qualquer outro lugar do bairro, por mais que tenha observado o método rigoroso de girar sempre à esquerda ou sempre à direita.
Muitos investigadores tentaram a experiência formando grupos numerosos. Os resultados foram desalentadores. Às vezes acontecia do passeante continuar na mesma rua mesmo depois de virar na esquina.
Em 1957, um grupo de exploradores franceses desembocou inexplicavelmente na estação Villa Urquiza.
Urbanistas catalães provaram sorte formando duas equipes e partindo cada um em direção oposta. Em qualquer quarteirão da cidade é fatal que os grupos se encontrem na metade do recorrido. Mas neste lugar não acontece semelhante coisa e até deu-se o caso de que uma equipe alcança a outra por trás.
Os mais teimosos realizaram excursões a través dos fundos das casas, com o resultado de aparecer sempre deixando atrás de si, ruas que não tinham atravessado jamais.
Nestas experiências descobriu-se que muitos vizinhos são incapazes de indicar a rua onde moram. Também existem casas que não dão a rua nenhuma. Seus habitantes se alimentam dos próprios cultivos ou do que generosamente lhes entregam por sobre o muro.
Os taxistas afirmam que nenhum caminho conduz à esquina de Ávalos e Cádiz e que, portanto, é impossível chegar a esse lugar.
Na verdade, convém não chegar perto do Parque Chas.

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Comente aqui..